Mudanças

21:52 Nathalia Russo 0 Comments

Definindo minha reação à essa expressão: Pavor ! completo pânico.

Mas é algo tão necessário! Até quando eu sinto minha vida fluir, a coisa andar, a barriga sumir, o dinheiro entrar, eu sei que mudanças, quebra de rotinas e toda essa coisa que define a palavra, faz bem , mas eu tenho medo de me decepcionar e mentalmente ouvir de mim mesma : Eu avisei !
Eu Detesto mudanças, sou a favor do ditado que diz: Time que está ganhando não se mexe !

Tenho compartilhado isso com meu marido, e até com alguns parentes. Eu tenho Medo da vida fora da minha casa. Fui tão acostumada a ficar em casa, a não sair em baladas para me divertir, a não sair pra fazer compras, a NÃO SAIR, Nunca sair a não ser para se fazer o que se tem que fazer, que eu esqueci como é sair.

Vendo o noticiário local, essa minha fobia só aumenta. Sequestro, Assaltos, Violências. Pra quê eu vou querer sair da minha casa ?! Tenho dois dogs Blue Hiller e barras de ferro nas portas e janelas, eu estou bem! Meus amigos me visitam, minha família vem passar a tarde aqui, eu converso com pessoas através do computador, faço compras e pago contas... Não sinto falta de nada!

Tenho sorte de ganhar dinheiro do sofá da minha casa, não preciso de patrão e nem conviver com quem não quero. Se algo ou alguém está me aborrecendo, Delet/Block . A minha vida assim é a vida que eu sei viver.

Pessoas vem um tempo me falando que eu preciso mudar, que eu preciso sair, mas ninguém entende realmente que eu cresci nessa redoma, em uma bolha de vidro espesso que é difícil de entrar e difícil de sair. Não parei para avaliar o quanto isso me afeta, mas eu estou bem ( ou pelo menos eu acho que estou ) vivendo assim.

Tenho logo atras da tela do monitor minha agenda da semana, horários pra tudo, desde a hora de levantar, comer, dormir... como hora e o dia que eu preciso me dedicar a organizar os cômodos aqui de casa.
Ontem meu digníssimo marido resolveu ficar a tarde em casa dormindo, e isso me destabilizou completamente, era o dia de organizar o quarto, onde eu optei por fazer a tarde quando ele está no curso, mas o bonitão ficou dormindo no quarto, nisso eu já não pude arruma-lo, acabei trocando por organizar outro comodo, mas não tive o mesmo desempenho porque não era o dia de arrumar o escritório , era dia de arrumar o quarto, então não foi a mesma coisa.

Esse meu habito, deixa meu marido um tanto quanto amedrontado, não poder mudar a rotina da casa, ou a minha rotina , porque toda a vaca vai pro brejo se isso ocorrer. Pode ser até sintomas de loucura por ficar confinada aqui... mas assim eu funciono melhor.

Desde a época de solteira eu tenho essa agenda de horários, e quando eu pretendo fazer algo que está fora da agenda, eu repasso ela toda a limpo pra encaixar a nova atividade, e se a atividade não me gerar nenhuma bonificação, eu refaço a agenda para elimina-la.

Aconteceu isso com o Second Life do post anterior. me reprogramei para encaixar-lo na minha rotina, e ter um tempo pra entrar... só que acontece que a coisa estava saindo do meu controle, passava o tempo que eu podia ( de acordo com minha agenda ) ficar conectada, gerando insonia, gerando sonolência durante o dia, gerando falta de animo para trabalhar, gerando falta de dinheiro, gerando tristeza...
Consegui sair abruptamente quando algo que eu gostava de fazer lá dentro me foi negado... Assim eu me desconectei para não voltar, até doei meus lindens ( dinheiro virtual ) e sai, despedindo dos amigos que ainda desconfiaram que isso iria ocorrer.  estou há 2 semanas sem contato com o metaverso.

Para a minha felicidade o The Sims 4 foi lançado, com ele eu tenho mais controle do tempo gasto, já que eu jogo sozinho, e não tenho ninguém para me prender dentro da atividade.

Enfim, eu não saio de casa... mas eu faço mil coisas que me dão prazer aqui dentro da minha casa. Estudo sempre que posso, leio , conheço pessoas, me relaciono, me informo, tenho controle de tudo, minha alimentação, atividades físicas, horas de lazer ... Hobbies ..!!

Quem vier com um argumento plausivo que faça com que eu mude de ideia, será bem vindo !